Foto por: Drew Avery
A Quássia, popularmente conhecida por pau-tenente, é conhecida principalmente por suas propriedades que auxiliam no emagrecimento. As partes utilizadas para o preparo do chá de pau-tenente são a sua casca e a madeira do tronco e raiz.  Na Amazônia, a Quássia é aplicada em casos de malária,  contra febres e hepatite, além de ser empregada como inseticida. Geralmente o chá de pau-tenente é indicado no controle da anorexia, infestações provocadas por nematelmintos e especificamente na dispepsia atônica com falta de apetite.





Os principais ativos químicos que compõe o pau-tenente são as Quassinóides, compostas pela quassina e neoquassina,  quassimarina e simalikalactona D, hidroxiquassina, dehidroquassina, isoquassina, isoparaína, nigacillactona, quassialactol, nor-quassina, e 12α-hidroxi-13,18-dehidroparaína, paraína, iso-paraína, paraína 11-acetilparaína, quassinol e quassol A, 18-hidroxiquassina e 14-15-dehidroquassina, 16α-O- metilneoquassina, 1-α-O-metilquassina (HOUËL et al 2009; BERTANI et al 2007; GUO et al., 2005; 2009; DOU et al. 1996; BARBETTI et al., 1993); Os alcalóides indólicos, compostos por derivados da cantina: 3-metilcantina- 2,6-diona; 5-hidroxi-3-metil-4-metoxicantina-2,6- diona; 3-metilcantina-5,6-diona; 2-metoxicantina-6-ona; 5-hidroxi-4-metoxicantina-6-ona e 3-N-óxido de 5-hidroxi- 4-metoxicantina-6-ona. Derivados de ß-carbolina: 1-vinil-4,8-dimetoxi-ß-carbolina; 1-metoxicarbonil-ßcarbolina, (DÍAZ et al. 2006; BARBETTI et al., 1987; 1990; 1993); os esteróides, compostos por  ß-sitosterona, ß-sitosterol, campesterol; os ácidos alifáticos e aromáticos, composto pelo ácido málico, ácido gálico e ácido gentísico.





Na medicina natural, o chá da casca de pau-tenente é aconselhado para pessoas que sofrem de problemas digestivos, problemas nervosos, além de ser um fortificante do estômago. Auxilia na eliminação de toxinas, devido a sua propriedade depurativa. Além disso, o chá de quássia promove o aumento das secreções estomacais e intestinais, ação que facilita e acelera a digestão, aumentando o volume do bolo fecal, combatendo a constipação. Em muitos casos, a quássia também é aplicada na eliminação de vermes intestinais.  Mas é preciso ficar atento quanto a dose da planta. Se usado em grandes quantidades, pode provocar vômitos.

  • Como preparar chá pau-tenente?

Deixe em decocção 2 pedaços pequenos da casca do tronco do pau-tenente em 200 ml de água quente. Após esfriar, tome o chá de pau-tenente ao longo do dia.

Referências

– ALBINO, R. Pharmacopéia dos Estados Unidos do Brasil. 1ª edição. 1926.
– Florien Fitoterapia: PAU TENENTE.
– Gilbert, B.; Favoreto, R. Núcleo de Gestão em Biodiversidade e Saúde, Instituto de Tecnologia em Fármacos, Fundação Oswaldo Cruz,.  Quassia amara L. (Simaroubaceae).
– ARANTES, V.P. Avaliação Pré-Clínica de Extratos Vegetais de Plantas do Cerrado Brasileiro com Atividade Antimicobacteriana. Tese de Doutorado, Araraquara – SP, 2009.
– MELLO, J.R.B.; MELLO, F.B.; LANGELOH, A. Toxicidade Pré- Clínica de Fitoterápico Contendo Aloe ferox, Quassia amara, Cynara scolymus, Gentiana lútea, Peumus boldus, Rhamnus purshiana, Solanum paniculatum e Valeriana officinalis. Latin American Journal of Pharmacy, v.28, p.183-91, 2009.

Cláudio P. Filla | Laboratory Technician UTP-PR | Químico, escreve sobre o efeito positivo dos alimentos naturais através de suas propriedades e os perigos por trás dos alimentos industrializados. Mas gosta mesmo é de compartilhar alternativas para uma vida mais saudável. Curitibano, ama um pé na terra e outro no mar, mas também a rotina cultural da cidade grande.

Carregar Mais
Carregar Mais Chás & Sucos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

Melaleuca: conheça os principais benefícios do óleo de melaleuca e suas propriedades medicinais!

O óleo de Melaleuca é um óleo essencial volátil obtido por destilação e arraste de vapor d…