Presente em diversas receitas e super conhecido no prato dos brasileiros, o feijão hoje é um alimento indispensável. Seja pela quantia de benefícios que ele pode fornecer a saúde, pelo aroma e sabor que dá aos pratos ou pelas receitas de feijoadas, entre outros fatores. Segundo dados da SNA (Sociedade Nacional de Agricultura ), o Brasil é o maior produtor e consumidor do grão. Para se ter uma base, são consumidas cerca de 3,2 milhões de toneladas ao ano, sendo 70% desse total o feijão carioca. E, acredite! Não importa o seu tipo preferido. Pode ser branco, carioca, preto, fradinho, azuki, jalo, rajado, rosinha ou vermelho. Ele sempre é cheinho de propriedades benéficas para sua saúde.

ANÚNCIOS

O feijão é um alimento rico em benefícios e nutrientes

Considerado um alimento completo, ele é rico em proteínas e em fibras solúveis e insolúveis que são capazes de produzir a sensação de saciedade, auxiliar no trânsito intestinal, evitar a constipação e reduzir a absorção do colesterol e glicose. Essa propriedade se da por ser um alimento de baixo índice glicêmico, assim como a lentilha e o grão de bico, além de ser rico em fibras totais e solúveis. Um elemento importante no feijão é a alta concentração de lisina, um aminoácido de grande valor na complementação das proteínas dos cereais, como o arroz. A lisina pode atuar no organismo diminuindo a replicação viral do vírus da herpes, auxiliando no tratamento da osteoporose, no reparo muscular, pode reduzir os níveis de estresse e ansiedade crônicos, tem participação na atividade do hormônio do crescimento e ainda  participa do processo químico responsável pela visão humana.

Composição química do feijão

Proteínas
Carboidratos
Fibras
Lipídios
Cálcio
Fósforo
Ferro
Vitamina A
Vitamina B1
Vitamina B2
22 g
61 g
4,3 g
1,6 g
86 mg
247 mg
7,6 mg
0,02 mg
0,54 mg
0,19 mg

Rico em ferro, pode ajudar no combate a anemia

Considerado uma das melhores fontes vegetais de ferro, ele pode auxiliar no combate da anemia ferropriva, um tipo de anemia resultante da falta de ferro dentro do organismo que leva à uma diminuição da produção, tamanho e teor de hemoglobina dos glóbulos vermelhos. Para melhorar sua absorção é importante deixá-lo de molho antes do preparo.

Sempre lembre de deixar o feijão de molho antes do preparo

Deixar o feijão de molho é super recomendado. Além de reduzir o tempo de cozimento, ocorre também a redução ou eliminação de quantidade considerável de compostos como, os taninos e fitatos, que diminuem a digestibilidade de certos alimentos, e dos oligossacarídeos, que são os grandes vilões responsáveis pela formação de gases intestinais. Só evite o consumo do feijão cru! Ele possui uma baixa digestibilidade devido a ação de inibidores de proteases.

E feijão biofortificado? Possui benefícios?

Este tipo é o qual passou pro um processo de melhoramento genético com a finalidade de enriquecer os grão com determinados nutrientes, podendo possuir teores de micronutrientes, ferro e zinco superiores aos teores médios encontrados em outros feijões comerciais.

É apaixonado pelo caldinho? Ótimo! Ele também possui benefícios

Grande parte da população brasileira tem o habito de consumir o caldo do feijão. O caldo é o resultado da decocção do cozimento do feijão e nele se encontram grandes quantidades de minerais que migram dos grãos para o caldo.

Infelizmente, o feijão pode não ser benéfico para todos..

Assim como qualquer alimento, ele também pode trazer riscos e até ser contraindicado para algumas pessoas. Um dos efeitos mais conhecidos e desagradáveis do consumo do feijão é a formação de gases intestinais. Esse fenômeno é causa pela presença dos oligossacarídeos, rafinose e estaquiose, que não são digeridos pelo corpo humano e acabam fermentando no intestino. Porém, como dito anteriormente, pode reduzir o problema deixando o grão de molho antes do seu cozimento.
Foto por: cookbookman17

Referências

Uol/Vivabem: Feijão emagrece e combate a anemia.
Michela O. Chaves: O Feijão na Alimentação Humana
«L-lysine and L-arginine amino acid ratios in food diet». .traditionaloven. 
-A. Balbach. Alimentos que curam – Feijão.

Carregar Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Quinino: sua aplicação está muito além dos refrigerantes conhecidos como água tônica.

De gosto amargo e conhecido por suas propriedades antitérmicas, antimaláricas e analgésica…