A tapioca é típica do Norte e Nordeste do país, mas está ganhando muito destaque no Brasil inteiro, principalmente por quem malha, quer emagrecer e busca uma vida saudável. Cada vez mais a tapioca tem ganhado espaço no cardápio das pessoas, mas, é claro, para garantir que a iguaria ofereça benefícios à saúde, é preciso saber como consumi-la.

De acordo com uma pesquisa realizada em 2012 pelo Ibope, 18% da população já consome tapioca 3 vezes por semana. O alimento é feito com a fécula da mandioca, é prático, com poucas calorias e não contém glúten. Seu principal componente é o carboidrato (amido). Diferentemente do pão e do biscoito, a tapioca é uma alimento feito com um único ingrediente, a fécula de mandioca. Ela não contém gordura, sódio e não necessita de óleo no preparo. Já o pão tem vários componentes na massa, aumentando o valor calórico, além de ser contraindicado para quem apresenta intolerância ao glúten, cevada, centeio e aveia.

A tapioca, também, não possui a gliadina, uma proteína presente no glúten que colabora para o aumento da inflamação do organismo e aumento da gordura abdominal. Por isso, pode 

ser consumida por diabéticos. No entanto, é preciso ter cuidado com o excesso na hora de consumi-la,tapioca pois 50 gramas da massa têm 70 calorias. É preciso também prestar atenção aos ingredientes do recheio da tapioca, para que não se transforme em uma opção muito calórica, dando preferencia para recheios como o atum, frutas, queijos brancos, carnes magras (como peito de peru e frango desfiado) ou misturar doce e salgado, como semente de chia, cottage e mel. E se preferir, somente com sabor doce, recheada com pasta de gergelim, banana e amaranto, grão rico em proteína e que possui aminoácidos.

Com tantas vantagens que a tapioca tem sobre o pão, a tapioca traz vários benefícios quando incluída na dieta, como:

– Ajudar no ganho de peso saudável, pelo seu alto teor de carboidratos, sob a forma de sacarose, fazendo com que a tapioca seja uma escolha ideal para muitas pessoas que precisam ganhar peso, especialmente depois de uma doença, lesão, cirurgia ou distúrbio alimentar.

Melhora a circulação, por possuir em sua composição ferro e cobre. O ferro aumenta a quantidade de células vermelhas do sangue no corpo, impedindo, assim, a anemia e condições relacionadas.

Ajuda na digestão por seu alto teor de fibras. As fibras ajudam a movimentar o trato digestivo, eliminando assim a constipação, distensão abdominal, dor intestinal e as condições ainda mais graves, como o câncer colorretal.

– Melhora a pressão arterial por ser rica em potássio. O potássio é um vasodilatador, ou seja, reduz a tensão e o estresse dos vasos sanguíneos e artérias. Portanto, a tapioca aumentar o fluxo de sangue para as partes do corpo e reduzir a pressão sobre o sistema cardiovascular.

Indicada para quem malha. A tapioca é uma ótima fonte de carboidratos e fornece energia durante os treinos na academia.

– A tapioca ajuda no emagrecimento. Comparada ao pão branco, a tapioca é uma alternativa para quem busca o emagrecimento. Mas cuidado no consumo excessivo da tapioca, pela grande quantidade de carboidratos presentes.

– Oferece inúmeras possibilidades de recheios. Basta você usar a criatividade. Mas, é claro, quem quer emagrecer deve optar sempre por alimentos saudáveis.

Algumas dicas de recheios lights para tapiocas

– Queijo magro (cottage ou ricota de búfala) com rúcula e azeite de oliva.

– Geleia de morango sem açúcar com chia e coco.

– Banana assada com canela.

– Ovo mexido com tomate e orégano.

– Patê de atum ou sardinha com cenoura e beterraba.

A tapioca pode ser encontrada pronta em supermercados, mas é recomendável preparar em casa.

Ingredientes para preparar tapioca:

500g de polvilho doce

3 xícaras de água

1 colher de chá de sal

Modo de preparo da tapioca:

Colocar o polvilho em uma vasilha e, aos poucos, acrescentar os 300 ml de água. Misturar com as mãos. Peneirar o polvilho já molhado, em porções pequenas, ou seja, aos poucos. Depois de peneirado, aquecer uma frigideira com teflon. Colocar a massa de polvilho, já peneirada, o suficiente para cobrir a frigideira, fazendo uma massa em forma de círculo bem fina, como se fosse panqueca. Deixar por alguns minutos, até que solte da frigideira, e virar para o outro lado como se fosse omelete. Após alguns minutos, está pronta para rechear.

tapioca preparo

Cláudio P. Filla | Laboratory Technician UTP-PR | Químico, escreve sobre o efeito positivo dos alimentos naturais através de suas propriedades e os perigos por trás dos alimentos industrializados. Mas gosta mesmo é de compartilhar alternativas para uma vida mais saudável. Curitibano, ama um pé na terra e outro no mar, mas também a rotina cultural da cidade grande.
Carregar Mais
Carregar Mais Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

A frutose é realmente uma vilã? Entenda o que é frutose, suas características, aplicações e seus malefícios à saúde!

A Frutose, também conhecida por levulose ou açúcar das frutas, possui alto poder adoçante …