Você já se pegou pensando em como é feito o trigo para kibe e qual seria sua origem? Acredite, o uso da farinha para kibe, também conhecida por triguilho ou bulgur, está muito além das receitas de kibe ou tabules. Usado principalmente em países orientais, o trigo para kibe é um alimento que conta com diversos benefícios e valor nutricional.

Qual a origem da Farinha para Kibe?

Como citado anteriormente, a farinha para kibe é de origem de países orientais, que adicionam o alimento como acompanhamento em diversas receitas típicas de cada região, sendo as mais conhecidas o tabule, kibe e saladas frias.

Como é feito o trigo para kibe?

Para fazer farinha para kibe, o trigo ainda integral, que não terminou seu processo de crescimento, é submetido a um processo de cozimento, onde são posteriormente secos e moídos até formar pedaços pequenos muito semelhantes aos de arroz. No Brasil, o tipo de trigo para kibe mais comum é o fino, muito parecido com a textura de uma farofa. Já em países do Oriente médio, é possível encontrar uma farinha para kibe mais amarelada e mais grossa, chamada por bulgur.

Quais os benefícios do trigo para kibe?

A farinha para kibe é um alimento com altíssimo valor nutricional, que gera diversos benefícios. Após passar pelo processo de moagem, o alimento vira uma rica fonte de fibras, vitaminas e antioxidantes. Entre as vitaminas, podemos citar as do complexo B, que possuem importantes funções para nossa saúde.

Se tratando de benefícios, pessoas diabéticas são as que mais sentem as propriedades do trigo para kibe, pois ela evita picos de alta e baixa nos níveis de açúcar no sangue. Além disso, sua ingestão também proporciona a sensação de saciedade, diminuindo a fome e regulando o bom funcionamento do intestino.

Como usar a farinha para kibe?

Sendo um alimento muito fácil de encontrar, o trigo para kibe pode ser usado com acompanhamento em saladas frias, no preparo do tabule, no preparo de pães, lasanhas e até bolos integrais, além de tradicional kibe. Uma dica antes do seu uso, é deixa-lo hidratando para que fique mais macio e agradável ao paladar.

No Brasil, o kibe pode ser preparado com carne bovina moída, cebola, alho e hortelã, podendo ser servido cru, frito em óleo quente ou ainda assado.
Foto por: Jakub Hlavaty

Referências

Menudodia: Fonte fibras, trigo para quibe é versátil
Greenme: Receitas para kibe

Load More Related Articles