Para o funcionamento correto e saudável do nosso metabolismo, o organismo necessita, não apenas de vitaminas, proteínas e carboidratos, mas, também de gorduras boas, como os ácidos graxos denominados de ômega 3, ômega 6 e ômega 9.

As gorduras possuem um papel fundamental em nosso organismo, elas são usadas como forma alternativa de energia e colaboram na produção de hormônios. Porem, nosso organismo não produz por conta as gorduras, é necessário o consumo de alimentos funcionais que contenham elas, em especial o consumo de gorduras do grupo ômega, como os peixes, óleo e sementes de linhaça, nozes e abacates.

O ômega 3, conhecido por ácido alfa-linolênico, é um dos representantes com maior facilidade de serem encontrados nos alimentos funcionais, como as sementes de linhaça e de chia, onde se faz a extração do óleo, em nozes, nos peixes, principalmente salmão, sardinha e atum. O ômega 3 é eficaz contra a oxidação do colesterol ruim e pode prevenir doenças cardiovasculares e auxilia no tratamento de hipertensos. A falta do ômega 3 causa mudanças de humor, perda de memória e dificuldade de aprendizado. Ele é utilizado para aumentar a concentração, dar motivação, prevenir doenças degenerativas e reduzir o stress. Por conta do ômega 3 ser uma substância com alto poder de oxidação, é recomendado que seja consumido juntamente com antioxidantes como vitaminas C, vitamina E e selênio.

sardinha omega3

O ômega 6 é um ácido graxo bom, conhecido por ácido linoléico, pode ser encontrado em peixes, óleos vegetais e alguns cereais e promove o combate aocolesterol, excesso de glicose e ajuda quem tem hipertensão. Uma vez ingerido, o ômega 6, ele pode ser transformado em outros ácidos graxos do conjunto. Porém estudos demonstraram que o excesso do ômega 6 pode provocar doenças degenerativas, por isso seu consumo, como suplementação, deve ser moderado e de preferência com aconselhamento de médico ou nutricionista.

cererais

O ácido graxo ômega 9,  pode ser produzido pelo organismo desde que os ácidos ômega 3 e 6 já estejam presentes em seu organismo. O ômega 9 ajuda na redução do colesterol, a aterosclerose, melhora as funções imunológicas e ajuda a proteger contra certos tipos de câncer. As maiores fontes de ômega 9 são o azeite de oliva, azeitonas, abacates, amêndoas e óleo de gergelim.

azeitonas

É importante destacar, que o consumo regular e balanceado de gorduras boas, ajudam o organismo a manter uma boa saúde, porém, quando o consumo é desbalanceado, pode trazer riscos para a mesma. Assim sendo, para uma boa saúde, é necessário suprir as doses diárias desses elementos através da alimentação e suplementar com orientação médica ou com moderação.

Cláudio P. Filla | Laboratory Technician UTP-PR | Químico, escreve sobre o efeito positivo dos alimentos naturais através de suas propriedades e os perigos por trás dos alimentos industrializados. Mas gosta mesmo é de compartilhar alternativas para uma vida mais saudável. Curitibano, ama um pé na terra e outro no mar, mas também a rotina cultural da cidade grande.

Carregar Mais
Carregar Mais Alimentos

1 Comentário

  1. […] podendo ser uma forma alternativa de energia, além de colaborar na produção de hormônios. O ômega-3 é um exemplos de gordura boa que, após ser ingerida, tem papel importantíssimo no organismo, […]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

Existe diferença entre o Cream Cheese e o Requeijão? Qual é a melhor opção?

Ao optarmos pela adição de certos alimentos em nossa rotina alimentar, várias dúvidas pode…