O gergelim é amplamente utilizado na indústria alimentícia, podendo ser aplicado na fabricação de pães, biscoitos e doces. Do gergelim, também pode ser extraído um óleo composto pelas lignanas, sesamolinas, sesaminas, vitaminas A, B, C e E, além de possuir alto teor de ácidos graxos insaturados (como ácido oléico e linoléico, conhecidos como ômega 9 e ômega 6). O óleo de gergelim é comestível e, devido a presença de antioxidantes, pode trazer diversos benefícios, tanto para o organismo interno, por meio da ingestão, quanto para o organismo exterior (corpo e cabelos), possibilitando sua aplicação em cosméticos e até fármacos.


PUBLICIDADE

Benefícios do óleo do gergelim

Auxilia no controle dos sintomas das cólicas menstruais
Por ser rico em GLA, ele pode ajudar a controlar os sintomas da TPM. No caso das cólicas, o óleo pode ser aplicado na barriga para massagear e diminuir o desconforto causado pela dor.

Além disso, possui substâncias que ajudam a melhorar o bom funcionamento do sistema nervoso e diminuem a vontade de comer compulsivamente. Grávidas também se beneficiam das propriedades do gergelim, fornecendo um tipo de fitoestrógeno que contribui para o desenvolvimento do bebê.

Cuidados especiais com o uso do óleo de gergelim
Ele não deve ser consumido por qualquer pessoa. Pessoas alérgicas ou com baixa intolerância ao produto devem evita-lo. Por causar efeito laxativo, ele deve ser evitado, também, por pessoas que estejam com diarreias e vômitos. É importante destacar também, que ele pode contribuir na diminuição da pressão arterial, devendo ser consumido com cautela por pessoas que tenham a pressão muito baixa.
Foto por: Quinn Dombrowski

Carregar Mais
Carregar Mais Química de Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Águas aromatizadas: são funcionais, repletas de benefícios e muito mais!

Foto por: Marco Verch As águas aromatizadas são ótimas opções para quem deseja hidratar o …