Os refrigerantes são um dos tipos de bebidas mais consumidos no mundo todo. Muitos pais começam a dar esse “veneno” desde muito cedo aos seus pequenos e mal sabem eles os danos que o consumo precoce e a longo do prazo dessa bebida podem causar a saúde. Bebidas gaseificadas, em especial os refrigerante, não são saudáveis para o organismo. Possuem alto teor de açucares (carboidratos), sódio e diversos componentes químicos que juntos foram uma verdadeira bomba. Nesse artigo, vamos mostrar os principais ingredientes dos refrigerantes, que funções eles possuem e que efeitos essas substancias tem no organismo quando consumidas.

Qual a composição dos refrigerantes?

Começaremos por um dos ingredientes que nos da uma falsa sensação de sede e tem a função de causar efeito refrescante: o sódio. O Cloreto de Sódio em exagero (que eles dizem ser “very low sodium”)é o responsável por dar o efeito que refresca e ao mesmo tempo dá sede em dobro, pedindo outro refrigerante, e não enjoa porque o tal sal mata literalmente a sensibilidade ao doce, que também é colocado em exagero: 39 gramas de “açúcar” (sacarose – Carboidrato).

Refrigerantes a base de cola

De modo geral, os refrigerantes a base de cola possuem a seguinte composição:
Água gaseificada, açúcar, extrato de noz de cola, cafeína, corante caramelo IV, acidulante INS 338 e aroma natural. Isso é o que é repassado para o consumidor em seu rotulo. Uma composição simples e bem resumida. Porém, dentro desses ingredientes citados se escondem vilões! O corante caramelo IV, que é um Concentrado de Açúcar queimado, responsável pela cor escura e por dar gosto no refrigerante de cola (e outros de cor escura). Ele quando consumido em grande quantidade pode ser cancerígeno, pela substancia presente:  o 4-metil-imidazol. Essa substancia é utilizada em alguns agrotóxicos.

Corantes usados no refrigerante

Os corantes são utilizados em diversos produtos na indústria alimentícia. A função dos corantes é “colorir” os alimentos, fazendo com que os produtos industrializados tenham uma aparência mais parecida com os produtos naturais e mais agradável, portanto, aos olhos do consumidor. Uma gelatina de morango, por exemplo, que fosse transparente não faria sucesso. Um refrigerante sabor laranja sem corantes ficaria com a aparência de água pura com gás, o que faria que parecesse mais artificial, dificultando sua aceitação. É inegável que uma bebida com sabor de laranja e com cor alaranjada é muito mais agradável de se beber do que uma bebida incolor com gosto de laranja. Os corantes são encontrados na grande maioria dos produtos industrializados, como as massas, bolos, margarinas, sorvetes, bebidas, gelatinas, biscoitos, entre outros.

Acidulantes e aromatizantes..

O ácido fosfórico (INS 338), utilizado principalmente em refrigerantes de a base de cola, é uma substancia muito utilizada em removedores de ferrugem, além de ser um protetor para metais para evitar a ferrugem. Na indústria, esse ácido é usado para fabricar vidro, na tinturaria, na fabricação de fosfatos e superfosfatos usados como fertilizantes, nas indústrias alimentícias e farmacêuticas. O único efeito adverso que se pode ter é o excesso de fosfato (componente do ácido fosfórico) em nosso organismo, é a reação com o cálcio dos ossos e dentes, causando problemas dentários e ósseos, como a osteoporose. Por isso, você pode beber esses refrigerantes, mas nada de excessos! 

Os acidulantes são utilizados principalmente nas bebidas com função parecida com a dos aromatizantes. Podem modificar a doçura do açúcar, além de conseguir imitar o sabor de certas frutas e dar um sabor ácido ou agridoce nas bebidas. O extrato de noz de cola é a substancia mais saudável na bebida. Ela não da gosto , cheiro e é mais aplicada por causas cosméticas e para os consumidores acharem que o gosto da cola vem do extrato da noz de cola. O sabor dos refrigerantes de cola vem principalmente do corante caramelo.

O que dá gosto ao refrigerante?

Em outros sabores de refrigerantes, os principais responsáveis pelo sabor e cheiro são os acidulantes e aromatizantes. Alguns até vem com suco natural mas em concentração mínima. Os aromatizantes tem função de dar gosto e cheiro aos alimentos industrializados, realçando o sabor e o aroma. Eles também fazem com que os alimentos industrializados se pareçam mais com os produtos naturais. Informar que um salgadinho artificial de milho tem sabor e cheiro de presunto ou de churrasco faz com que ele seja mais aceitável, já que o consumidor vai reconhecer naquele produto um sabor que ele já conhece, de algum outro produto não industrializado que ele já comeu, causando a falsa impressão de que o produto não é tão artificial assim. 

Refrigerante possui cafeína?

Outra substancia, encontrada em refrigerantes de cola, que causa certa dependência em bebidas é a cafeína. A cafeína é considerada um composto químico e atua no sistema nervoso central causando o aumento da produção de suco gástrico, o que é grave para pessoas com úlcera digestiva. Ela também ativa o estado de alerta, pois bloqueia a recepção da adenosina. A cafeína mesmo sendo considerada uma droga e também causar dependência química, é a mais consumida no mundo. Este composto também pode ser encontrado em analgésicos e inibidores de apetite.

A cafeína em excesso pode fazer mal

Em excesso a cafeína pode causar agitação, ansiedade, dor  de cabeça, insônia, também causa a contração das veias e artérias o que dificulta a circulação sanguínea e acelera os batimentos cardíacos. Para as mulheres grávidas é recomendado que se tome pouco ou até mesmo corte o café, pois pode causar deformações fetais ao bebe. Porém, ela também ajuda no aumento da concentração, melhora o humor, diminui a fadiga, controle de peso e alguns médicos usam o café como tratamento de enxaqueca, porque ela contrai os vasos sanguíneos que normalmente são os causadores da dor de cabeça.

Excesso de açúcar em sua composição

E por ultimo, o principal vilão dos refrigerante é o açúcar em alta dose encontrado na bebida.  Quando ingerimos açúcar em excesso o pâncreas, glândula responsável pela produção da insulina, fica sobrecarregado, já que a insulina é um hormônio que transforma o açúcar (sacarose) em glicose. A glicose em excesso, essa energia não consumida, vira gordura e se acumula no organismo, causando doenças cardio-vasculares, obesidade, diabetes e hipertensão arterial, dentre outras. A dependência química do açúcar é muito forte porque está ligada aos neurotransmissores cerebrais conhecidos como serotonina, que são responsáveis pelo estado de felicidade.

O excesso de açúcar pode causar deficiência de cromo e cobre e interfere com a absorção de cálcio e magnésio, aumento significativo no nível total de colesterol, aumento de peso, glicose no sangue e celulite e estrias em mulheres. O consumo de refrigerantes, de forma moderada, não causa tanto efeitos maléficos ao organismo. E não são apenas os refrigerantes responsáveis por esses efeitos. Bebidas industrializadas, de modo geral, como sucos em caixinha, chás em caixa, sucos em pó, sucos em lata e demais produtos industrializados.

Referências

http://www.idec.org.br/consultas/dicas-e-direitos/voce-sabe-o-que-e-caramelo-iv
http://gizmodo.uol.com.br/corante-caramelo-da-coca-cola-e-da-pepsi-pode-causar-cancer/
http://www.parana-online.com.br/canal/vida-e-saude/news/390344/?noticia=CAFEINA+TAMBEM+E+DROGA+E+CAUSA+DANOS+A+SAUDE
http://www.anvisa.gov.br/alimentos/aditivo.htm
http://pat.feldman.com.br/2007/08/15/galeria-de-aditivos-dos-alimentos-artificiais/

Load More Related Articles