Da mesma família da margarida, a bardana é uma planta de raiz longa e delgada com textura crocante e sabor adocicado, sendo muito apreciada pelos japoneses. No Japão, a bardana é conhecida por “gobô” e cultivada em duas variedades: com talo verde e arroxeado. Já no Brasil, a raiz é servida como acompanhamento em pratos de restaurantes japoneses, onde é refogada com shoyu, pimenta dedo-de-moça e saquê doce. Além disso, ela possui grande fama na medicina natural, podendo auxiliar no tratamento de diversas doenças de pele e bacterianas.

Como fazer o uso da raiz de Bardana?

A Bardana é muito utilizada como alimento, principalmente na culinária japonesa, na qual podemos encontrar pratos típicos que usam a raiz como base. Porém, você pode abusar da criatividade e aplicá-la no preparo de diversas receitas, incluindo molhos e temperos.

Quais nutrientes estão presentes na Bardana?

De acordo com nutricionistas, a raiz da bardana é fonte de proteínas, glicídios, fibras, cálcio, fósforo, ferro, vitamina A, vitamina B1, riboflavina e niacina, além de ser fonte de sais minerais. Além disso, da raiz pode ser extraído seu óleo essencial, que é composto por 45% de inulina; taninos; mucilagens; resina; polifenóis; ácidos graxos; sais minerais, carbonato e nitrato de potássio; composto antibiótico (semelhante à penicilina); um glicosídeo denominadolapina; fitosteróis (sitosterol e estigmasterol); ácidos orgânicos.

O consumo da raiz de Bardana possui benefícios?

A raiz já possui fama de planta medicinal desde a Antiguidade, onde a bardana já era conhecida e utilizada pelos gregos como medicamento. Ao longo dos anos, análises evidenciaram as propriedades da raiz, incluindo ação bactericida, combatendo inúmeras doenças de pele, além de auxiliar no alivio da dor e evitar o inchaço decorrente de picadas de insetos e de aranhas. O composto antibiótico da Bardana, favorece a ação contra furúnculos, abcessos, entre outras feriadas e ulcerações, sendo eficiente para tratamentos de afecções no trato genital.

Ela ainda possui propriedade diurética e anti-inflamatória, podendo atuar contra furúnculos, abcessos, dermatoses purulentas, acne, eczemas, gota, reumatismo, amigdalite, dor de garganta e artrite, além de auxiliar a eliminação de ácido úrico. Para o uso externo, o extrato da raiz pode ser aplicado no preparo de pomadas, cremes, loções capilares e shampoos, podendo ser eficaz contra a queda de cabelos e seborreias.
Foto por: manuel m. v.

Referências

Folha: Nutrientes da Bardana
Oficinadeervas: Bandana, remédio ou alimento?
Florien: Bardana
Yamaguihi: Raíz bardana

Carregar mais
Load More In Plantas & Ervas

Veja também

Benefícios da Alcachofra: além de ajudar no controle do colesterol, é diurética e atua contra a má digestão.

Uma planta nativa da região mediterrânea, introduzida no Brasil por imigrantes italianos n…