O eucalipto é uma árvore bastante conhecida. Suas folhas possuem um aroma inconfundível, sendo excelente no tratamento de doenças respiratórias, incluindo casos de gripes, resfriados, asmas, bronquites, entre outras inúmeras indicações devido as suas propriedades.

PUBLICIDADE



Princípios ativos da folha de eucalipto

Os principais ativos presentes no eucalipto são o terpeno, canfeno, pineno, fencheno, limoneno, mirtenol, borneol, pinocarveol, flavonoides, além de cetonas, aldeídos, taninos e seu óleo essencial composto, principalmente, por eucaliptol e eudesmol. Pelo fato de seus compostos serem voláteis, quando o óleo essencial é liberado através de decocções, o eucalipto pode ser empregado no auxilio ao tratamento de gripes, resfriados, tosses, bronquites, asmas, sinusites, rinites, febres, catarros, entre outros problemas que podem comprometer as vias respiratórias. Essas substâncias podem ser absorvidas pelo organismo através de inalações do vapor formado ao preparar as folhas do eucalipto em forma de decocção, ou seja, quando se cozinham as folhas do eucalipto. Desta forma, as substâncias atuam diretamente nos pulmões, na faringe e nas amígdalas. Como preparar chá de eucalipto?

Diminua Diabetes

Eucalipto, muito mais propriedades!

Se preparado um cataplasma ou compressas compostas pela decocção das folhas de eucalipto, se tem um ótimo remédio para aliviar a dor em casos de ciática, gota, reumatismo, nevralgias, etc. Por ser um bom anti-séptico, o eucalipto pode ser utilizado para lavar feridas, úlceras, etc., ganhando efeito desinfetante e curativo. Além disso, o óleo essencial das folhas do eucalipto também possuem propriedades adstringentes, febrifugas e tônicas.

eucalipto propriedades

Contraindicações

O óleo essencial do eucalipto é contraindicado para crianças, se usado, pode causar reações de envenenamento mesmo com poucas gotas do óleo. Os sinais por envenenamento incluem queda da pressão, distúrbios circulatórios, colapso e asfixia. Se usado em excesso, o eucalipto pode causar efeitos colaterais como náuseas, vômitos, queimação epigástrica e diarreia. Para adultos, a dose recomendada do óleo de eucalipto é de 0,3 a 0,6g para uso interno, 2 a 3 gotas do óleo para inalações ou 2g de erva fresca para preparar infusões ou decoctos. É importante observar, que o eucalipto pode diminuir as taxas de glicose no sangue, alterando exames laboratoriais. Quem usa remédios contra diabetes, o eucalipto pode potencializar seus efeitos.

Referências

– BALBACH, A. As Plantas Curam
– Eucalipto. São Paulo.GRANDI, Telma Sueli Mesquita. Tratado das Plantas Medicinais – Eucalipto. AD/Estudio.
– http://www.plantasquecuram.com.br/ervas/eucalipto-comum.html

Carregar Mais
Carregar Mais Plantas & Ervas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Vai um Chá de Canela aí? Além de dar um sabor especial, a cinnamomum verum tem vários benefícios.

A canela (cinnamomum verum) é uma especiaria originária do Sri Lanka, conhecida …