Foto por: Roman Plessl
O orégano – Origanum vulgare – é super conhecido por sua característica aromática, onde é bastante aplicado em pratos quentes, como a pizza, e em saladas, deixando um sabor bem marcante com suas folhas frescas ou secas. Porém, o orégano é muito mais poderoso que o seu sabor característico. Essa pequena erva é capaz de fazer uma verdadeira faxina em nosso organismo! – Obs.: importante não confundir as folhas do orégano com as folhas da manjerona, manjericão, erva cidreira, menta ou hortelã!

É bem provável que você esteja habituado a ver o orégano apenas na sua forma já seca, pronto para o uso em pratos como tempero. O orégano seco, mesmo que esteja desidratado, ainda consegue carregar consigo uma boa parte das propriedades do orégano in natura. Porém suas folhas frescas e seu óleo concentram a maioria dos seus benefícios, inclusive as mais de 200 substâncias com ação antioxidante, diurética, antibacteriana, expectorantes, entre outras.

oregano

O orégano é composto por ativos que beneficiam nosso organismo. Um exemplo é o óleo essencial de orégano, que é composto por diversos fenóis como o timol, carvacrol e terpineol, além de hidrocarbonetos como o limoneno, pipenos e cimenos. Outras substâncias encontradas no orégano são os monoterpenos e sesquiterpenos, os ácidos fenólicos e orgânicos, os flavonoides, os taninos, as resinas, minerais (vitaminas A, C, K e complexo B)  e princípios amargos. A maior parte do óleo essencial de orégano é composto por carvacrol, uma substâncias que possui ação antisséptica, anti-inflamatória e contribui no auxilio da perda de peso. Isso ocorre porque, as substâncias presentes no óleo, possuem uma digestão mais lenta que os carboidratos e proteínas, e com isso diminuem a velocidade com quem os alimentos são absorvidos, prolongando a sensação de saciedade. Mas a ação dos ativos presentes no óleo essencial não promovem apenas o emagrecimento, elas também possuem ação antiviral, anti-inflamatória e até anestésica. Se o óleo de orégano for aplicado diretamente sobre a pele, na região dolorida, ele atua como um ótimo relaxante muscular. As demais substâncias que compõe o orégano, ainda podem atuar com ação antisséptica (bactericida, antifúngico, antiviral), diurética, digestiva, auxiliar no tratamento de doenças respiratórias como a coqueluche, rinites e como antitussígeno. Mulheres também podem se beneficiar com a propriedade analgésica do orégano. Além da erva diminuir as dores causadas por cólicas, o consumo regular de orégano contribui para regular o ciclo menstrual e auxiliar no tratamentos de afecções vaginais.

Não são evidenciados efeitos colaterais quanto ao uso do orégano. A erva deve ser evitada por mulheres grávidas (sua propriedade emoliente pode provocar o aborto) e lactantes. Se consumido em altas doses pode provocar sonolência.

Referências

– BALBACH, A. As Plantas Curam – Orégano.
– Plantas aromáticas e medicinais – cultivo e utilização – Paulo Guilherme Ferreira Ribeiro e Rui Cépil Diniz. Londrina: IAPAR, 2008.
– Tratado de fitomedicina – bases clínicas e farmacológicas – Dr. Jorge R. Alonso – editora Isis . 1998 – Buenos Aires – Argentina.
– Tratado das Plantas Medicinais – Orégano – Telma Sueli Mesquita Grandi – Belo Horizonte.

Cláudio P. Filla | Laboratory Technician UTP-PR | Químico, escreve sobre o efeito positivo dos alimentos naturais através de suas propriedades e os perigos por trás dos alimentos industrializados. Mas gosta mesmo é de compartilhar alternativas para uma vida mais saudável. Curitibano, ama um pé na terra e outro no mar, mas também a rotina cultural da cidade grande.
Carregar Mais
Carregar Mais Plantas & Ervas

1 Comentário

  1. Vera Ligia

    3 de abril de 2016 at 3:19 pm

    Fantástico… Gratiommmm

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

Desprezado em algumas regiões, o Caruru possui alto valor nutricional e pode ser utilizado em casos de deficiência de cálcio e vitaminas, e contra infecções.

Da família das Amarantáceas, o caruru ou bredo é uma planta silvestre comestível. É um veg…