Outro alimento que, assim como o café, sempre gera discussão quanto ao seu consumo e seus benefícios é o ovo. Primeiramente são anunciadas pesquisas que comprovam que o consumo de ovos não é saudável, possui muito colesterol ou engorda. Posteriormente outras pesquisadas comprovam que o consumo de ovos é benéfico e ele possui diversos nutrientes e é rico em proteínas. Uma coisa é certa: muito se fala sobre o consumo de ovos, porém pouco se afirma quanto as suas propriedades e benefícios.

Existe diferença NUTRICIONAL entre os ovos caipira, de granja ou orgânico?

Esta é uma questão que sempre gera dúvidas para quem consome ovos. E, por incrível que possa parecer, entre os ovos caipira e de granja, não existe diferença nutricional. – Então você se pergunta: sim, se não possui diferença entre eles, porquê possuem coloração diferenciada? Como já mencionado, os ovos não possuem diferença nutricional entre um tipo do outro, porém eles se diferem quanto ao método de produção utilizado e pela raça de galinha usada quanto ao método, ou seja, se forem usadas galinhas de penas brancas, os ovos botados serão de cor branca, e se forem usadas galinhas de penas de cor marrom/vermelha, os ovos botados serão na cor vermelha/marrom. Por outro lado, o ovo orgânico é o único que teoricamente se diferencia na questão nutricional. Isso, pelo fato dos ovos serem botados por galinhas que possuem uma alimentação 100% orgânica, sem agrotóxicos e fertilizantes químicos. Muito menos remédios para crescimento ou antibióticos. Além disso, a prática da debicagem e do confinamento em gaiolas é proibida. Com isso, estima-se que ovos orgânicos possuam cerca de 4 vezes mais vitamina A do que os de granja.



Propriedades e benefícios dos ovos.

Os ovos são riquíssimos em proteína, em média 6,5 gramas por ovo, possuem nutrientes como as vitaminas do complexo B, A e vitamina D. Também possuem quantidade significante de minerais como magnésio, selênio, zinco, ferro, cobre, cálcio, manganês, fósforo e sódio. Além disso, possuem uma vitamina importante do complexo b, a colina. Ela é responsável pela proteção dos neurônios e nas funções que envolvem o cérebro, nas gestantes ela ajuda a reduzir os riscos de defeito no tubo neural do feto. Se consumido frequentemente, os ovos também podem ajudar na prevenção de coágulos sanguíneos, evitando ataques cardíacos, o que prova que o ovo não é maléfico ao sistema cardiovascular. É importante citar que, mesmo que o colesterol e grande parte das gorduras saturadas estejam presentes na gema, ela não deve ser descartada da alimentação, em razão dos nutrientes que ela possui, como por exemplo a luteína, zeaxantin e alguns carotenoides antioxidantes. A gema é composta por 50% água e 34%, lipídeos, 16% de proteína, alguma glucose e sais minerais. Já a clara do ovo é composta por 10% de proteína, alguns minerais, glucose e lipídeos. Entre essas proteínas está a lisosima. A clara do ovo é considera uma ótima fonte de proteínas, pois reúne sozinha todos os aminoácidos essenciais.



Porém, o ideal é que os ovos sejam consumidos cozidos, em omeletes, mexidos ou a pôche. Se fritos, eles agregam maior calorias e gorduras ruins. E se forem consumidos crus, correm o risco de estarem contaminados por salmonela. Para se ter uma ideia, quando consumidos nas condições ideais, podem auxiliar em dietas de que busca o emagrecimento. Um ovo pode conter em média 70 calorias, as mesmas calorias que uma uma fatia de pão de centeio possui.

Referências

Cláudio P. Filla | Laboratory Technician UTP-PR | Químico, escreve sobre o efeito positivo dos alimentos naturais através de suas propriedades e os perigos por trás dos alimentos industrializados. Mas gosta mesmo é de compartilhar alternativas para uma vida mais saudável. Curitibano, ama um pé na terra e outro no mar, mas também a rotina cultural da cidade grande.

Carregar Mais
Carregar Mais Alimentos
Comentários trancados.

Veja Também

Química da cerveja: breve história, características e processo produtivo de cervejas.

Historicamente, a cerveja já era conhecida pelos antigos sumérios, egípcios, mesopotâmios …