O molho de tomate, feito com tomates frescos, cebola, alho e azeite de oliva, reúne diversos benefícios capazes de reduzir os problemas cardíacos. Isso, graças a presença de substancias como os polifenóis e os carotenoides.

Nos dias atuais, o molho de tomate é um dos ingredientes mais usados na grande maioria dos pratos, seja o molho de tomate preparado na hora com tomates frescos ou o molho de tomate industrializado, vendido em supermercados. A recomendação, para uma melhor ação benéfica de substancias presentes nos tomates e demais ingredientes que compõe o molho de tomate, é o consumo de, apenas, molhos de tomates feitos em casa. O molho de tomate industrializado contém grande quantia de açúcar, amido e conservantes, sendo assim não muito benéfico. Os benefícios do molho de tomate caseiro, podem ser iniciados pelo seu ingrediente principal, os tomates. – E o ketchup é saudável?

O tomate é um fruto recheado de vitaminas A, B, C e Niacina. Contém grandes quantidades de minerais como o potássio, fosforo, cálcio, cloro, enxofre e ferro. Os principais benefícios do tomate são suas propriedades antitóxicas, depurativa, laxativa, tônica  e muitas outras. Sendo, assim, benéfico contra diversas doenças como a amigdalite, anemia, artrite, estresse, gota, hemorroidas, laringite, prisão de ventre, tuberculose, entre outras. Mas o consumo de tomates deve ser cauteloso por pessoas que tenham problemas renais, pela presença de ácido oxalato no tomate que favorece a formação de cálculos. Além, da preferência, do consumo de tomates frescos e sem adição de agrotóxicos. Tomates verdes, também devem ser evitados.

molho de tomate caseiro

No preparo do molho de tomate caseiro pode ser adicionado o azeite de oliva, ele potencializa a ação de todas as substancias encontradas nos ingredientes adicionados ao molho de tomate, ajudando na diminuição da pressão arterial, combatendo processos inflamatórios e na inibição da oxidação do colesterol ruim. Outros benefícios do molho de tomate se dão graças a cebola e ao alho. Ambos são ricos em vitaminas, ajudam na eliminação de toxinas, efeito antibacteriano, favorecem na digestão, aumento da imunidade e agindo contra problemas respiratórios.

Para preparar o molho de tomate caseiro, você pode bater em um liquidificador 4 tomates maduros, 1 colher (sobremesa) de azeite extravirgem, 1 xícara (chá) de água, 1 pitada de sal, 1/2 de cebola e 1 dente de alho. Após, levar ao fogo baixo até o molho encorpar. Pode ser adicionado temperos como manjericão, cebolinha, orégano e outros a gosto.

Créditos às imagens:
* https://www.flickr.com/photos/citymama/2611000955/
* https://www.flickr.com/photos/billhr/3189998806/
* https://www.flickr.com/photos/linecon0/1085617988/

Referências

– BALBACH, A. As Hortaliças na Medicinas Natural – Tomates. São Paulo
– ARANTES, F. Nutricionista. São Camilo

Cláudio P. Filla | Laboratory Technician UTP-PR | Químico, escreve sobre o efeito positivo dos alimentos naturais através de suas propriedades e os perigos por trás dos alimentos industrializados. Mas gosta mesmo é de compartilhar alternativas para uma vida mais saudável. Curitibano, ama um pé na terra e outro no mar, mas também a rotina cultural da cidade grande.
Carregar Mais
Carregar Mais Alimentos

1 Comentário

  1. […] tem como função equilibrar os níveis de acidez do suco concentrado da polpa de tomate. – O molho de tomate é […]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

Leite Integral ou Leite Desnatado? Qual leite é o melhor e com mais benefícios?

São inúmeras as opções de leite em amostra nas gondolas dos supermercados. Podendo ser o l…