O levedo de cerveja é um tipo de fermento que é obtido durante o processo de fermentação da cevada ao ser produzida a cerveja. As leveduras do gênero Saccharomyces cerevisae, são de longe as mais apreciadas e ricas em nutrientes, aliás as que promovem mais benefícios, por terem sua origem através do malte – rico em proteínas e aminoácidos.

A levedura de cerveja já é usada como um suplemento há anos, desde o tempo de Hipócrates –  que a empregava em curas de males como a chagas e furunculoses. Comumente o levedo de cerveja é vendido em forma de farelo, tabletes ou em cápsulas, porém o benefícios e nutrientes são os mesmo em ambas as formas. A levedura de cerveja é composta pelos seguinte aminoácidos:

Histidina: age diretamente sobre os sintomas causados pela artrite reumatoide e no combate alergias. E ainda, possui efeito estimulante, melhorando o desejo sexual.
Arginina: possui ação sob o desenvolvimento muscular e na redução de gorduras corporais.
– Lisina: pode agira diretamente na produção de hormônios do crescimento e atuar na produção da carnitina, que assim como a arginina, é eficaz na queima de gorduras corporais.
– Tirosina: atua principalmente na mental. É um derivado da fenilalanina.
– Fenilalanina: é estimulante da memória e da funcionalidade sexual. Além de possuir efeitos analgésicos.
– Treonina: beneficia o intestino no processo digestivo e no metabolismo dos lípidos ao nível hepático.
– Cisteína: possui forte ação antioxidante, que ajuda a proteger o organismo contra as bactérias, vírus e radiações nocivas.
– Ácido glutâmico: é geralmente utilizado nos tratamentos anti-depressivos, de diminuição da memória, senilidade, esquizofrenia, alcoolismo e muitas outras desordens cerebrais.
– Outros aminoácidos que ainda podem ser encontrados no levedo de cerveja são o triptofano, alanina, leucina, isoleucina, cistina, glicina, ácido aspártico, treonina, metionina,etc.

Fora os aminoácidos, o levedo de cerveja possui ainda nutrientes como os de Complexo T, que promovem o crescimento e são úteis em casos de anorexia infantil, doença celíaca, osteoporose e raquitismo; Vitaminas do grupo B, que estimulam o sistema imunológico; Minerais, entre eles o fósforo, ferro, potássio, cálcio, magnésio, silício, cobre e zinco; Enzimas – zimases, fosfatases; Esteróis – ergosterol 4 e zimosterol, importantíssimos na formação dos ossos e dos dentes.

Com tantos nutrientes e benefícios, o levedo de cerveja pode ser indicado em casos de diabetes – seu alto teor de cromo ajuda a regular a produção de insulina; Furúnculos, acnes e demais problemas de pele, gravidez, anemias, problemas de crescimento e desenvolvimento, doenças artríticas e alcoolismo. O levedo de cerveja ainda possui ação reguladora das glândulas endócrinas, como a tiroide, o pâncreas e as supra-renais, e ainda é um tônico cardíaco e circulatório. O levedo de cerveja é contraindicado apenas em casos de hiperuricemia, por seu alto conteúdo proteico.

Para quem pretende usar o levedo de cerveja como suplemento alimentício, pode encontrado o produto em casas de produtos naturais (em forma de cápsulas ou ração humana). Indicamos a compra das cápsulas de levedo de cerveja no link.

Referências

– Luiz Terapeuta – Levedo de Cerveja
– Opção Fenix – Levedo de Cerveja
– Nutryervas – Levedo de Cerveja

Cláudio P. Filla | Laboratory Technician UTP-PR | Químico, escreve sobre o efeito positivo dos alimentos naturais através de suas propriedades e os perigos por trás dos alimentos industrializados. Mas gosta mesmo é de compartilhar alternativas para uma vida mais saudável. Curitibano, ama um pé na terra e outro no mar, mas também a rotina cultural da cidade grande.
Carregar Mais
Carregar Mais Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

A frutose é realmente uma vilã? Entenda o que é frutose, suas características, aplicações e seus malefícios à saúde!

A Frutose, também conhecida por levulose ou açúcar das frutas, possui alto poder adoçante …