Recentemente, uma notícia assustou os consumidores de Nutella: que o produto nutella poderia ser um potencial cancerígeno. Isto por conta de um comunicado da EFSA (Autoridade Europeia de Segurança Alimentar), que alertava sobre um contaminante potencialmente carcinogênico presente no óleo de palma (mais conhecido no brasil por óleo de dendê). A substância em questão é conhecida como GE que, quando refinado a temperaturas acima de 200ºC, pode apresentar esse risco. Além dos possíveis riscos para a saúde, o uso do óleo de palma pela indústria alimentícia também é questionado por razões ambientais. A palma é uma planta cultivada principalmente na Indonésia e Malásia, países que sofrem com o desflorestamento. Porém, os órgãos envolvidos não recomendaram que consumidores parassem de utilizar o produto.

O óleo de palma está presente em vários alimentos, entre eles está a famosa marca do creme de chocolate e avelã, mais conhecido por nutella. O produto leva o óleo de palma para garantir a a textura macia e a durabilidade ao produto. Se fosse utilizado outro tipo de óleo, como óleo de girassol, mudariam suas características. A Ferrero, empresa responsável pelo produto, entrou em cena defendendo o ingrediente, negando que seu produto também poderia estar envolvido com o aparecimento de doenças e afirmou que outras empresas alimentícias europeias estão querendo boicotar seu produto que representa cerca de um quinto de suas vendas.
Fonte: Joy

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/entenda-a-polemica-envolvendo-a-nutella-e-o-oleo-de-palma-na-europa.ghtml

Load More Related Articles