[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Atualmente muitas pessoas começaram a se interessar pelos benefícios gerados através do consumo de alimentos funcionais. Um exemplo foi a procura por farinhas funcionais, como a farinha de uva, frutos funcionais como a goji berry e também pelas nozes, com a Noz da Índia e a Noz da Macadâmia. A Noz da Macadâmia é de origem australiana e possui compostos funcionais que geram diversos benefícios para o organismo.

[/vc_column_text][vc_column_text]

[/vc_column_text][vc_column_text]

Existem 7 espécies de noz macadâmia que são cultivadas, porém apenas duas espécies são comestíveis, a espécie integrifólia, que possui casca lisa e a espécie tetraphylla, que possui casca áspera. A Noz de Macadâmia é rica em gorduras monoinsaturadas saudáveis, que ajudam na diminuição do colesterol ruim. Por esta razão seu sabor é brevemente amanteigado. Os principais compostos ativos presentes na Macadâmia são o seu óleo essencial, composto pelos ácidos mirístico, palmítico, palmitoleico, esteárico, oleico, linoleico e araquídico, além de nutrientes como a tiamina, riboflavina, niacina, fosforo, cálcio, proteínas, além de antioxidantes como os polifenóis, aminoácidos, flavonas e selênio. Os flavonoides presentes na Noz da Macadâmia atuam como antioxidantes, que procuram e destroem os radicais livres, protegendo nosso organismo de várias doenças e contra o aparecimento de carcinomas, como o de mama, colo do útero, pulmão, próstata e de estômago.

macadamia sementes

ácido palmitoleico e ômega 7, auxiliam as enzimas e controlam a queima de gordura, além de reduzir o apetite, promovendo a saciedade, auxiliando na digestão, na redução de constipações e auxilia no emagrecimento. Se consumida regularmente, a Noz da Macadâmia ainda auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares e reduz processos inflamatórios. Se aplicado externamente, ela age hidratando peles secas e frágeis. O ácido palmitoleico também protege a pele contra a oxidação, conseguindo penetrar com eficácia nas áreas aplicadas, sem deixar a pele ou os cabelos oleosos. O óleo também é ótimo para os cabelos, ajuda a proteger o couro cabeludo contra raios UV, vento, poluição, chapinha, secador e produtos químicos.

PUBLICIDADE


Na literatura pesquisada não foram encontradas evidencias de possíveis efeitos colaterais ou contraindicações causados pelo uso da Noz da Macadâmia.

A compra da Noz da Macadâmia pode ser realizada em casas de produtos naturais ou, se preferir, pela internet. Acesse o link a seguir e aproveite a promoção de Noz da Macadâmia que a loja está promovendo.

[/vc_column_text][vc_text_separator title=”Referências” color=”vista_blue” el_width=”50″][vc_message]- Jullyana Borges Freitas; Maria Margareth Veloso Naves. Composição química de nozes e sementes comestíveis e sua relação com a nutrição e saúde. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732010000200010&lng=pt&nrm=iso
– Leonardo Duarte Pimentel. A cultura da Macadâmia. Disponivel em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-29452007000300001&script=sci_arttext
– CHNEIDER, L.M.; ROLIM, G.S.; SOBIERAJSKI, G.R.; PRELA-PANTANO, A.; PERDONÁ, M.J. Zoneamento agroclimático de nogueira-macadamia para o Brasil. [S.l.]: Revista Brasileira de Fruticultura, v. 34, nº 2, 2012. 515-524 p.[/vc_message][/vc_column][/vc_row]
Carregar Mais
Carregar Mais Química de Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

Processamento de Alimentos: Principais tipos de pigmentos (corantes) naturais presentes em alimentos.

A cor dos alimentos provavelmente seja um dos fatores que mais influenciam o consumidor ao…