O índice glicêmico (IG), é mais conhecido entre os diabéticos, mas vem ganhando um maior espaço entre as pessoas adeptas a dietas funcionais.  Entre os grupos alimentares, os carboidratos são considerados como as principais fontes alimentares responsáveis pela produção de energia. Porém, não é aconselhável ingerir excessivamente os carboidratos sem saber antes como o corpo absorve essa substância. Para isso temos o IG dos alimentos, que nos mostra a velocidade com que um alimento que contém carboidrato libera glicose (ou seja, açúcar) no sangue.

Índice Glicêmico: O que é?

O IG dos alimentos podem ser classificados em uma escala entre 0 e 100, podendo ser dito como baixo ou alto. Os alimentos que possuem alto IG, próximo de 100, são aqueles que se transformam em açúcar no organismo rapidamente e, em consequência disso, acabam sendo estocados na forma de gordura. Como regra geral, quanto menos processado o alimento, mais baixo o seu índice.


PUBLICIDADE

IG baixo x IG alto

Alimentos como pães à base de grãos, granola natural, maçã, pera e iogurte desnatado, que possuem um baixo IG, liberam o açúcar lentamente, mantendo equilibrado o nível de glicose no sangue. Ao contrário dos alimentos de alto IG, como pão branco, flocos de milho, massas e bolos comprados prontos ou algum outro alimento processado, que possuem uma decomposição rápida, causando um pico elevado de glicose no sangue. Porém, não são todos os alimentos de alto IG que devem ser considerados como vilões para a saúde. Alguns exemplos como batata doce, melancia e lichia, possuem um valor elevado de IG, mas possuem várias propriedades e benefícios para o organismo, devendo ser consumidos. É importante lembrar, que a alimentação não deve ser regrada apenas levando em consideração o IG dos alimentos, apenas evitar o consumo excessivo de alimentos processados (industrializados) ou que sejam a base de farinha branca, como massas, bolos, biscoitos, cereais, entre outros.

Entendendo o Índice Glicêmico

indice glicemico
Fonte: claudia.abril.com.br

*Antes de qualquer mudança na sua alimentação, consulte um nutricionista.
Foto por: Matthew Simantov

Referências

– Nutrição, globoesporte: Índice glicêmico: faça a alimentação correta para se sair bem nos treinos.
– Claudia, abril:  Índice glicêmico: os alimentos ideais e a hora certa de comer para não acumular gordura.
– Selecões: Entenda como o índice glicêmico interfere na sua saúde.

Carregar Mais
Carregar Mais Química de Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

Águas aromatizadas: são funcionais, repletas de benefícios e muito mais!

Foto por: Marco Verch As águas aromatizadas são ótimas opções para quem deseja hidratar o …