A Taraxacum officinale, é conhecida popularmente como Dente de Leão, Taraxaco, Alface de Cão, Salada de Toupeira, Alface de Coco, Coroa de Monge, Frango, Quartilho, Amor dos Homens ou Chicória Louca no Brasil, é tradicionalmente consumida como alimento e também muito empregada de forma medicinal devido ao chá da flor dente de leão possuir propriedades diuréticas, antitumorais, antioxidantes, anti-inflamatórias e hepatoprotetoras.

Ativos que compõe o Quartilho.

Bem como, quando In natura, as folhas da Taraxacum officinale são compostas por flavonóides, cumarinas, p-hidroxibenzóico, ácidos fenólicos, triterpenos, esteróides, lactonas sesquiterpénicas, além de vitaminas e sais minerais como vitaminas do complexo B, vitaminas A e E, zinco, cálcio, magnésio, ferro e potássio. Por outro lado, sua raiz é rica em inulina, um tipo de fibra solúvel. Logo, quando extraído seu extrato, se obtém uma rica fonte de lactonas e os fenilpropanóides.

Quais são os benefícios do Dente de Leão?

Ainda mais, por ser uma fonte de compostos de beta-caroteno e polifenóis, a planta possui uma forte capacidade antioxidantes e antitumoral, podendo auxiliar com seus benefícios na prevenção do envelhecimento precoce e em alguns tipos de câncer. Atualmente, um estudo realizado pela Journal of Agricultural and Food Chemistry concluiu tais efeitos. Além disso, estudos também recomendam o uso do chá da planta para melhorar os sintomas causados pelas desordens hepatobiliares, cirrose e cálculo biliar.

Recomendação como estimulante do apetite e diurético!

Você sabia que o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRM-SP) reconhece a planta como uma planta medicinal que age no tratamento de distúrbios digestivos? Sendo assim, indicada como diurético para tratar problemas como cistites, uretrites e regular a pressão arterial. Tal efeito se dá devido a presença do potássio, dos flavonoides e terpenos. Outra opção para auxiliar no tratamento de problemas digestivos é empregar o uso do chá de melissa.

Como fazer o chá de Dente-de-Leão?

Para o preparo do chá da planta, você deve preferir utilizar a planta seca, ou seja, desidratada. A proporção recomendada é de 2 colheres de sopa da planta seca para um litro de água fervente, deixando a infusão abafada por 10 minutos. Em seguida é só coar antes de beber de de 2 a 3 xícaras ao dia.

Efeitos colaterais do Chá de Dente de Leão.

Por fim, como a maioria das ervas medicinais, o dente de leão possui contraindicações e efeitos colaterais, infelizmente. Seu uso, por exemplo, é contraindicado para pessoas que possuam histórico de gastrite e úlcera. Contudo, também não é recomendado utilizar como único agente para regular a pressão arterial, por poder apresentar descompensação tensional e a potencialização do efeito de cardiotônicos, devendo ser aplicada somente sob orientação médica. Em doses muito altas, pode ser observado efeitos colaterais como pirose e diarréia.
Foto por: Joao Clerigo

Referências

Florien: Dente-de-Leao
P.Porto: Potencial Aplicação Nutracêuticado Dente-de-leao
E.Cycle: Dente-de-Leao
Portal/Terra: Benefícios do Dente-de-Leao
ChaeCia: taraxacum-officinale

Carregar mais
Load More In Plantas & Ervas

Veja também

Cáscara Sagrada: muito utilizada como laxante natural para o tratamento da constipação intestinal.

Popularmente conhecida por intestino preso e prisão de ventre, a constipação intestinal é …