Foto por: Phil Gradwell
As gorduras boas possuem um papel fundamental em nosso organismo, podendo ser uma forma alternativa de energia, além de colaborar na produção de hormônios. O ômega-3 é um exemplos de gordura boa que, após ser ingerida, tem papel importantíssimo no organismo, agindo contra processos inflamatórios causados pelo acúmulo de gorduras ruins e auxiliando na redução de medidas. – Onde comprar Suplementos a base do ômega-3?

O acumulo de gorduras ruins no organismo é resultado de processos inflamatórios que ocorrem no organismo quando as proporções de carboidratos, proteínas e gorduras não são equilibradas. O ômega-3 pode ser uma ótima escolha para quem busca seguir uma dieta saudável e ainda desinflamar o organismo. Conhecido também por ácido alfa-linolênico, o ômega-3 possui grandes benefícios, mas sua ação benéfica pode ser anulada por uma alimentação rica em gordura insaturadas. A dica para montar uma dieta saudável, é recriar hábitos alimentares, ou seja, reeducar a alimentação com alimentos funcionais. Afinal, uma dieta vazia de calorias não é indicada para um emagrecimento saudável caso seus hormônios estejam desbalanceados ou exista um processo inflamatório. Alguns exemplos de alimentos ricos em ômega-3, e que devem ser incluídos na sua dieta para desinflamar o organismo e manter os hormônios em equilíbrio, são os peixes – a maioria possui uma ótima concentração de ômega-3 (salmão, por exemplo), frutas vermelhas – elas são ricas em antioxidantes e polifenóis, além da clara de ovorica em albumina e livre de gorduras.


– Certo, agora sua duvida deve ser a seguinte: e como acertar a dose diária de ômega-3?

Para conseguir acertar a dose diária de ômega-3, devem ser incluídas nas três refeições principais, os peixes (salmão, atum, sardinha, bacalhau, etc) e as sementes de linhaça e de chia. Mas isso é quase improvável de se conseguir, então uma alternativa é a ingestão diária de uma suplementação contendo ômega-3, além de evitar alimentos ricos em gorduras insaturas como o óleo de soja e margarina. Para melhorar os resultados obtidos com a dieta do ômega-3, você pode abusar do consumo de vegetais, diminuir o consumo de alimentos que contenham amido, ou seja, limitar a ingestão para uma única porção de carboidratos, limitar a ingestão de cafeina, preferir carnes magras e cortar o consumo de guloseimas.

Você pode montar sua dieta de ômega-3 com base na dica a baixo:

  • Café da manhã: 1 copo de vitamina de abacate com leite desnatado;
  • Lanche da manhã: morangos com 1 pote de iogurte desnatado;
  • Almoço: Salada de folhas verdes a vontade, salada de algum legume a vontade (cenoura, rabanete), 1 porção de carne magra ou peixe e arroz integral;
  • Lanche da tarde: fruta de sua escolha e 1 iogurte natural;
  • Jantar: Legumes a sua escolha, 1 porção de carne magra ou peixe e 1 copo de suco limão com água sem açúcar.

Referências

– PENTEADO, Olga. Dieta do ômega-3 – Revista Boa Forma. Editora Abril. Edição 332.
– Sabe qual a função das gorduras boas no organismo, conhecidas por ômega 3, ômega 6 e ômega 9? – http://www.quimicalimentar.com.br/dQMZg

Cláudio P. Filla | Laboratory Technician UTP-PR | Químico, escreve sobre o efeito positivo dos alimentos naturais através de suas propriedades e os perigos por trás dos alimentos industrializados. Mas gosta mesmo é de compartilhar alternativas para uma vida mais saudável. Curitibano, ama um pé na terra e outro no mar, mas também a rotina cultural da cidade grande.
Carregar Mais
Carregar Mais Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

Vitamina K2 (menaquinona): pouco conhecida, a vitamina k2 é rica em benefícios para nossa saúde, fortalecendo os ossos, atuando na prevenção do AVC e mais!

Também conhecida como a vitamina anti-hemorrágica, a vitamina k2 ainda é pouco conhecida d…