Foto por: Jlhopgood
Pode parecer incrível, mas os alimentos podem sim nos ajudar em tratamentos de doenças como a depressão e aliviar sintomas como o estresse, insônia e a fadiga. Uma alimentação correta auxilia na produção de serotonina, aumentando o bom humor e combatendo os sintomas da depressão. A depressão é na realidade uma ampla família de doenças, por isso denominada Síndrome. Entre os sintomas mais comuns da depressão, podemos citar o humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia; desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas; desejo de morte, pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida e inutilidade; e a diminuição do desempenho sexual.



Ovos
Os ovos são excelentes fontes de tiamina e niacina, que colaboram com o bom humor. A recomendação é a ingestão de um ovo cozido por dia. Porém, pessoas com o colesterol elevado devem evitar o alimento (em especial o ovo frito).

Frutas
Frutas como a melancia, mamão, melão, banana, limão e tangerina são conhecidas como frutas do bom humor. Elas possuem doses elevadas de triptofano, que ajuda na produção de serotonina. A banana, por exemplo, possui ácido fólico, potássio e magnésio, que diminuem os sintomas depressivos, diminui a ansiedade e ajuda ter um sono tranquilo. É recomendado consumir de 3 a 5 porções de frutas todos os dias.

Leite e iogurte desnatado
Ambos são ótimas fontes de cálcio, que eliminam a depressão e a tensão, além de contribuir para o controle do nervosismo e da irritabilidade. O cálcio ainda auxilia no controle muscular, dos batimentos cardiacos e regula a pressão arterial. O consumo ideal é entre 2 a 3 vezes por dia.

Soja
A soja é rica em magnésio, que desempenha papel fundamental em nossas células. Sua deficiência resulta em fadiga e estresse.
Além disso, se combinado ao cálcio, promove a redução da ansiedade.

Aveia e centeio
Ambos são ricos em vitaminas do complexo B e E. Possuem propriedades que atuam diretamente no intestino, promovendo uma melhora significativa no seu funcionamento, combatendo a ansiedade e a depressão.

Folhas verdes
Alguns estudos demonstraram que as folhas verdes, em especial a alface, possuem uma concentração alta de folato e lactucina. Ambas promovem a diminuição da ansiedade e atuam contra os sintomas da depressão.

Mel
O mel contribui para a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar. A ingestão recomendada é de 2 colheres por dia.

Castanhas, nozes e amêndoas
Elas são ricas em selênio, que atua como um poderoso antioxidante. Auxiliam na melhora dos sintomas da depressão, reduzindo o estresse.

Outros nutrientes que colaboram contra os sintomas da depressão são as vitaminas C e E, que contribuem para os mecanismos imunitórios, diminuindo a sensação de fadiga e tristeza; a Fenilalanina, que  atua como neurotransmissor. É transformado no corpo em norepinefrina e dopamina (neurotransmissores) que favorecem a memória e a atividade mental; e o ômega-3, que combate vários sintomas relacionados com a depressão e influencia na neurotransmissão da noradrenalina e serotonina.

Carregar Mais
Carregar Mais Química de Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

Gosta de Pinhão? Além de ser uma ótima fonte de minerais e antioxidantes, o pinhão é rico em fibras e amido!

Foto: PICASA/Mauro Scharnik / IAPConsiderado uma iguaria na região Sul do Brasil, o pinhão…