O caqui é o fruto do caquizeiro. No Brasil, o fruto de sabor adocicado chegou somente em 1916, através de imigrantes japoneses. Até então, o único tipo que os brasileiros conheciam, era do tipo adstringente, aquele que amarra a boca, porém também repleto de benefícios!

Quais os tipos de Caqui que existem?

Por mais que aparentemente possuam características parecidas, existem 4 tipos disponíveis no mercado. A princípio, o tipo mais conhecido é o Fuyu.

Caqui Fuyu

O tipo fuyu possui consistência firme, com uma coloração mais alaranjada, além disso, ele não possui sementes. Em questões de nutrientes, o tipo fuyu é fonte de vitamina A, B1, B2, C, potássio e fibras. Sua principal característica está em seu sabor mais adocicado, sem deixar a boca “amarra”. Essa sensação é causada pelos taninos, que compõe os outros tipos da fruta.

Caqui Giombo

Também conhecido por caqui chocolate, este tipo possui uma coloração alaranjada e com consistência mais firme e crocante. Chamam de chocolate devido as suas sementes, que ficam parecendo um chocolate.

Caqui Rama Forte

O tipo rama forte, diferente dos outros tios, puxa sua coloração mais para o vermelho, se assemelhando muito ao tomate. Além disso, sua polpa possui consistência mais gelatinosa, menos ácida e rica em amido e frutose.

Caqui Taubaté

Certamente este é outro tipo muito consumido pelos brasileiros. Apesar de ser muito parecido com o tipo rama forte, ele possui um teor de tanino maior, deixando seu sabor mais “amarro”.

Qual o benefício do Caqui?

Quando a fruta já está madura, é rica em vitaminas E, A e C – que auxiliam na defesa e manutenção do organismo e atuam como antioxidantes – e sais minerais como ferro, fósforo e cálcio, além de ativos como os taninos, licopenos e pectinas. As pectinas presentes no fruto possuem efeito ansiolítico e, junto com as fibras, melhoram o funcionamento do intestino, podendo atuar, também, como um laxante natural.

Como posso consumir o Caqui?

Além do consumo in natura da fruta madura, também pode ser consumido o suco do caqui. Porém, deve ser tomado logo após o preparo. Caso contrário, seu sabor é alterado e algumas vitaminas podem ser perdidas. Por fim, assim como algumas vitaminas, os licopenos presentes no fruto também possuem ação antioxidante, prevenindo o organismo de alguns tipos de câncer.

Contraindicação do Caqui

Não existem contraindicações quanto ao consumo do fruto. Porém, diabéticos devem ter certos cuidados e não exagerar no consumo da fruta, por possuir uma alta concentração de açucares.
Foto por: Jordi Marsol

Referências

– BALBACH, A. As frutas na Medicina Natural.
Estein: Caqui e seus benefícios a saude.

Carregar mais
Load More In Frutas

Veja também

Comer quiabo traz benefícios? Saiba para que servem seus nutrientes.

O quiabeiro (Abelmoschus esculentus) é uma planta que pertence a família da Malvaceae. Ele…