O que é o Ômega 3?

O ômega 3 é um tipo de gordura, conhecido como ácido graxo essencial poli-insaturado, essencial para a manutenção do sistema cardiovascular e do cérebro, além de promover a saúde. Os alimentos ricos em gorduras mono e poli-insaturadas são mais saudáveis, pois ajudam a reduzir o colesterol ruim e nos protegem das doenças cardiovasculares. Exemplos de alimentos ricos em gordura mono ou poli-insaturadas são: abacate, nozes, azeitona, óleos vegetais, oleaginosas e peixes como salmão, atum, truta, anchova e sardinha. Atualmente, o ômega 3 é facilmente encontrado sob a forma de cápsulas gelatinosas, que contêm 1000 mg de óleo de peixe.



Pesquisam mostram, que uma grande parte da população que têm uma dieta baseada em alimentos ricos em gordura poli-insaturadas, especialmente ômega 3, apresentam uma incidência menor de doenças cardiovasculares, hipertensão, colesterol elevado, diabetes e obesidade. Porém, é provável que esses resultados venham do consumo de doses do ômega 3 aliados com dieta mais saudável. Para a grande maioria das pessoas, basta um maior cuidado na dieta para que se obtenham os ácidos graxos essenciais ao bom funcionamento do organismo. Outro ponto muito importante no qual esse lipídeo age, é na formação da bainha de mielina, um componente dos neurônios, e no recobrimento da retina ocular, parte dos olhos que tem o papel principal de transformar o estímulo luminoso em estímulo elétrico para o cérebro poder realizar o processo de enxergar.

Os benefícios do Ômega 3 para a saúde

O consumo de ômega 3 pode reduzir as concentrações de triglicérides no sangue em até 25 a 30%, um efeito que é bastante parecido com as drogas atualmente utilizadas no tratamento da hipertrigliceridemia. A suplementação de óleo de peixe também eleva ligeiramente as concentrações de colesterol HDL (colesterol bom) em cerca de 3% e é capaz de reduzir os níveis da pressão arterial em até 5 mmHg de pressão sistólica e 3 mmHg de pressão diastólica. O ômega 3 apresenta diversos efeitos benéficos para o coração como um todo, pois melhora a eficiência do músculo cardíaco, reduz a demanda de oxigênio, controla a frequência cardíaca e reduz o risco de arritmias. Alguns estudos também indicam que o ômega 3 traz benefícios para o humor, o aprendizado, a um menor risco de desenvolvimento de demências, incluindo a doença Alzheimer e para o sistema imunológico. O uso da suplementação do ômega 3 é a mais conhecida, confira as opções de suplementação com ômega 3 clicando no link.

Uma pesquisa realizada na Universidade de Navarra, na Espanha, mostrou que a ingestão de Ômega-3 auxiliou no emagrecimento de 32 pessoas.

Efeitos colaterais do uso do ômega 3

Apesar de muitos dos efeitos benéficos da suplementação de ômega 3, os suplementos de óleo de peixe, principalmente em doses altas, apresentam efeitos colaterais que podem ser muito inconvenientes. Os mais comuns são as náuseas, diarreia, cólicas abdominais, excesso de gases e hálito com cheiro de peixe. m doses elevadas, o óleo de peixe pode aumentar o risco de sangramentos, principalmente em pacientes com problemas de coagulação ou medicados com drogas que agem sobre a coagulação, tais como aspirina, clopidogrel, ticlopidina, heparina e varfarina.

Referências

Cláudio P. Filla | Laboratory Technician UTP-PR | Químico, escreve sobre o efeito positivo dos alimentos naturais através de suas propriedades e os perigos por trás dos alimentos industrializados. Mas gosta mesmo é de compartilhar alternativas para uma vida mais saudável. Curitibano, ama um pé na terra e outro no mar, mas também a rotina cultural da cidade grande.
Carregar Mais
Carregar Mais Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *

Veja Também

Glúten? Não, obrigado! Celíacos devem ficar longe de alimentos que contenham este ingrediente.

O glúten tornou-se mais popular nos últimos anos. Com certeza você já deve ter escutado al…