O agrião, de nome científico Nasturtium officinale, é usado muito como alimento, em saladas, em todo o mundo. Também conhecido por outros termos como agrião-do-brejo, agrião-da-europa e cardomo-dos-rios, é uma planta nativa da Europa e cresce junto a córregos. Possui um sabor apimentado, meio ardido, e isso faz algumas pessoas não gostarem de comer o agrião. Devido aos seus diversos benefícios, ele pode ser usado, também, para tratamento de doenças.

Benefícios do agrião

Normalmente, o agrião é usado somente em saladas. Mas possui um grande poder medicinal e benefícios, devendo ser usada crua, pois, quando cozida, perde suas propriedades medicinais, tais como: Ação expectorante, adstringente, descongestionante, diurética, excitante, estimulante, anti-inflamatória, digestiva, cicatrizante, depurativa, antitérmica, tônica e fortificante. Suas propriedades medicinais são eficazes graças aos constituintes químicos presentes no agrião, como por exemplo:

Ácido ascórbico

vitamina-c

Rico em vitamina C, o agrião pode fornecer grande parte da quantidade necessária, por dia, dessa vitamina com apenas 100 g. Com isso, o agrião elimina os radicais livres, por ser um poderoso antioxidante, prevenindo o câncer e o envelhecimento precoce da pele além do fortalecimento da imunidade prevenção da anemia. Pode ser usada na prevenção de gripes e resfriados, no combate à candidíase e outras bactérias que podem acontecer no cólon e no intestino, trata bronquite, tosse, melhora a digestão,. Uma tigela de salada de agrião contém cerca de 50 mg de vitamina C.

Vitamina A

Vitamina A é um poderoso antioxidante. Ela aumenta a imunidade e é ótima para os olhos, pele, ossos e dentes. Prevenindo a osteoporose. Melhora a pele combatendo a acne e combatendo eczemas e sarna.

Vitaminas B e K

Entre as principais funções da vitamina B destacam-se: o auxílio na oxidação dos carboidratos, a manutenção do tônus muscular e nervoso, o adequado funcionamento do sistema digestório, auxílio na coordenação motora, prevenção contra pelagra, estimulação do apetite, além de manter a tonalidade e a pele saudável. A vitamina K é importante principalmente para uma boa coagulação sanguínea, evitando assim hemorragia. Além dos exemplos citados, também são encontrados a alanina, arginina, beta-caroteno, cobre, ferro, fosfato, glicina, histidina e seu óleo essencial sulfo-azotado amargo e volátil. O agrião pode ser indicado para doenças como o ácido úrico, amenorreia, anemia, diabetes, intestino grosso, tosse, bronquite, catarro, raquitismo, uremia, litíase, pedras nos rins, sarampo, sífilis e muitas outras indicações.

Contra indicações do agrião

Mulheres em inicio de gestação, se consumida em excesso pode provocar o  aborto e contrair o tifo.

Referências

Lorenzi, H. et al. 2002. Plantas Medicinais no Brasil.
– Vieira, L. S. 1992. Fitoterapia da Amazônia.
– BALBACH, A. Plantas que curam.

    Carregar mais
    Load More In Uncategorized

    Veja também

    Óleos essenciais: Extração e Classificação

    Quimicamente, os óleos essenciais são uma mistura complexa de hidrocarbonetos, álcoois e c…