Você sabia que no princípio do século XX, o iogurte era considerado um medicamento e vendido apenas nas farmácias? Seu consumo só se generalizou e ficou conhecido após desenvolvimento industrial e tecnológico. O iogurte nada mais é que um produto fermentado por microrganismos específicos e que fazem dele uma bebida rica em nutrientes, além de possuir um baixo teor de lactose, ser rico em proteínas, vitaminas (sobretudo vitamina B2) e minerais, entre os quais se destaca o cálcio e o fósforo. O processo para sua produção é muito simples, permitindo a adição de diversos sabores e ingredientes, como complemento.

Produção de Derivados Lácteos

Principais benefícios do consumo do iogurte

Combinado com uma alimentação balanceada, o iogurte promove uma variedade de benefícios quando consumido. Entre os benefícios, destacam-se sua capacidade de melhorar o fluxo intestinal, estimulando secreções gástricas e intestinais. Esse efeito se dá graças a acidez do ácido láctico, que contribui para o aumento da secreção das enzimas digestivas, facilitando a digestão. Ele ainda auxilia no controle do colesterol ruim e fortalece os ossos.

Consumo de derivados lácteos no Brasil

Apenas por curiosidade, no Brasil o iogurte é o leite fermentado mais consumido entre a população. Em países, outros tipos de leites fermentados são mais consumidos, um exemplo é o kefir, preparado com leite de vaca, cabra e outras espécies, por fermentação láctica, alcoólica e carbônica. A produção do iogurte é bem simples e você pode preparar em casa quando e como quiser! Para se aprofundar ainda mais no mundos dos iogurtes e na produção de derivados lácteos, conheça o E-book: Segredos para a produção de derivados lácteos.

Se deseja um melhor aproveitamento de todas as propriedades nutricionais do iogurte, o recomendado é realizar a ingestão do iogurte natural pela manha, logo no café da manhã, juntamente com cereais e frutas.

Referências

Tuasaude: Bebidas fermentadas
Weebly: Características do iogurte
Embrapa: Tecnologia de alimentos – Bebidas fermentadas.

Carregar Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Quinino: sua aplicação está muito além dos refrigerantes conhecidos como água tônica.

De gosto amargo e conhecido por suas propriedades antitérmicas, antimaláricas e analgésica…