O cheiro sulfuroso, tão característico no alho, é resultado de uma substância super benéfica presente no alho, a alicina.  A alicina, é um líquido de coloração amarelada que só aparece de quando o alho é mastigado ou cortado. Esta substância desempenha uma ação muito importante na defesa da planta contra insetos, fungos e bactérias existentes na fauna própria do solo, sendo capaz de eliminar 23 tipos de bactérias, incluindo a salmonela. O alho pode ser indicado para vários problemas respiratórios, incluindo bronquites, asmas, tuberculose, pneumonia, catarros, etc. E, mesmo que já existam estudos científicos que comprovem tais benefícios do alho, ainda é comum existir alguns mitos e dúvidas referentes aos seus benefícios.

PUBLICIDADE

Mitos e verdades envolvendo os benefícios do alho

1. Alho pode ajudar a melhorar problemas respiratórios?
Verdade: a alicina, presente no alho, é uma das substâncias com mais propriedades no alho. Sua concentração de enxofre é muito útil contra problemas respiratórios, secreções brônquicas e sintomas de gripes.

2. Consumir alho diariamente ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares.
Verdade: foi comprovado cientificamente que o consumo regular do alho ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares. Porém, seu consumo deve ser in natura, para preservar suas propriedades.

3. O alho atua no combate de vermes.
Verdade: a alicina também possui propriedades que atuam no combate de alguns tipos de vermes intestinais.

4. Alho ajuda no combate da tuberculose.
Mito: por se tratar de uma doença infecciosa, somente a ação das substâncias presentes no alho não são eficazes para tratar a doença. A tuberculose deve ser tratada através de antibióticos de uso prolongado.

5. O alho ajuda no combate as varizes.
Verdade: graças a ação das substâncias adrenosina e trissulfeto de metila, o alho pode ajudar na prevenção e no combate as varizes, combatendo coágulos no fluxo sanguíneo.

Tratamentos eficazes a partir da utilização do alho

Ácido úrico: Tomar a água de alho 3 ou 4 vezes por dia. Amassar o alho e deixar de molho com água por 6 horas e coar.

Asma: É recomendado o suco de alho com limão e própolis. Bater no liquidificador 3 dentes de alho, ½ xícara de suco de limão e 20 gostas de própolis. Dividir em 4 porções e tomar ao longo do dia.

Bronquite: É recomendado o suco de alho com limão e própolis. Bater no liquidificador 3 dentes de alho, ½ xícara de suco de limão e 20 gostas de própolis. Dividir em 4 porções e tomar ao longo do dia.

Catarro: É recomendado o suco de alho com limão e própolis. Bater no liquidificador 3 dentes de alho, ½ xícara de suco de limão e 20 gostas de própolis. Dividir em 4 porções e tomar ao longo do dia.

Gripe: Pode ser usado em infusão com água, limão e gengibre.

Insônia: Tomar a água de alho.

Vermes: Ferver 250 ml com alguns dentes de alho amassados. Tomar ao longo do dia.

Foto por: Wander Lima

Referências

BALBACH, A., BOARIM, D. As Hortaliças na Medicina. 2a ed., p.69-75, 1992.
– NOSSO ALHO. Distribuição gratuita da ANAPA. 7ª ed. junho de 2010. Benefícios do alho. p. 18-19.

Carregar Mais
Carregar Mais Química de Alimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Processamento de Alimentos: Principais tipos de pigmentos (corantes) naturais presentes em alimentos.

A cor dos alimentos provavelmente seja um dos fatores que mais influenciam o consumidor ao…