Por muito tempo, a medicina popular tem dado muita importância a extratos e óleos essenciais a plantas da família Labiatae. Isso, se deve as propriedades e aos benefícios presentes nestas plantas que, muitas vezes, são antimicrobianas, antivirótica, carminativa e espasmolítica. Não só bastassem os benefícios, elas também são muito apreciadas na culinária por possuírem aromas e características bem únicas. No Brasil, a alfavaca é muito cultivada em hortas domésticas para o uso como condimento culinário e medicinal, sendo inclusive comercializada na forma fresca em supermercados.

ANÚNCIOS
Produção de Derivados Lácteos

Ativos e benefícios que compõe a alfavaca

A alfavaca (Ocimum basilicum) é composta por ácido caféico, ácido esculosídeo, ácido hidrociânico, cânfora, carvacrol, cinamato de metila, cineol, citral, citronela, estragol, eugenol, flavonoides, linalol, limoneno, metil-chavicol, a-pineno, saponinas, taninos e timol. Por ser uma erva aromática e possuir a maioria dos seus benefícios em seu óleo essencial, não é recomendada a fervura da alfavaca, devendo ser consumida principalmente in natura, ainda fresca. Se for fervido, o óleo essencial presente na alfavaca pode ser volatilizado. Entre suas propriedades, podemos destacar sua ação restaurativa, que alivia espasmos, controla a febre, melhora a digestão, além de ser bastante efetiva contra infecções bacterianas e parasitas intestinais. O extrato e o óleo da alfavaca podem ser utilizados como uma fonte acessível de antioxidantes, ou ainda, como um possível suplemento alimentício. Externamente, pode ser utilizada em gargarejos para aliviar dores de garganta e aftas, além de feridas na boca que nunca curam. Também pode ser útil para aliviar dores tensionais ou nervosas, como dores de cabeça e enxaquecas. Além disso, pode atuar na melhora de problemas intestinais, aliviando gases, vômitos, infecções e problemas digestivos. Na medicina popular, ainda recomendam o uso do xarope preparado com as raízes da alfavaca, podendo ser eficaz contra a tuberculose pulmonar.
Foto por: Tony Austin

Referências

– A, BALBACH: As Plantas Curam- ALFAVACA
Ecoverdemt: Alfavaca
Saúde/LondrinaPR: Alfavaca
http://www.scielo.br/pdf/cta/v27n3/a30v27n3.pdf
Florien: Alfavaca

Carregar Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Quinino: sua aplicação está muito além dos refrigerantes conhecidos como água tônica.

De gosto amargo e conhecido por suas propriedades antitérmicas, antimaláricas e analgésica…